Marc Fazer login
PANDEMIA

Parlamentares cobram esclarecimentos de Paulo Guedes sobre fim do home office


Requerimento de Informação foi apresentado nesta quarta-feira, 27, pelos deputados Professor Israel Batista (PV/DF), Bacelar (PODE/BA) e Marcelo Calero (Cidadania/RJ)
  28/05/2020
  Atualizado em 04/08/2020



O deputado federal e presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (da qual ANPPREV e Fonacate são subscritores), Professor Israel Batista (PV/DF), apresentou nesta quarta-feira, 27 de maio, o Requerimento de Informação (RIC) 536/2020 (veja aqui), que exige do ministro da Economia, Paulo Guedes, esclarecimentos diante da movimentação pelo fim do home office no Executivo federal. Os deputados Bacelar (PODE/BA) e Marcelo Calero (Cidadania/RJ) também endossam o dispositivo.

Dentre os pontos levantados na matéria, os parlamentares questionam a necessidade de retorno imediato às atividades presenciais, haja vista o crescimento do número de infecções e mortes pelo novo Coronavírus no Brasil. “Nesse contexto, impende suscitar algumas reflexões mais aprofundadas acerca do momento e da forma como o retorno está sendo considerado”, aponta o RIC, alertando que “antes da flexibilização [do trabalho à distância], é imprescindível a apresentação de um plano preventivo que assegure a saúde e a vida dos agentes públicos”.

O Requerimento indaga ainda se há e quais seriam os dados que comprovam prejuízos para a continuidade dos serviços públicos em virtude das atividades estarem sendo exercidas, em grande parte, remotamente.

Agora, cabe à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados a apreciação e posterior encaminhamento do RIC. Eventual recusa do ministro em responder aos questionamentos apresentados pelo Parlamento pode ser considerada crime de responsabilidade.





    

© ANPPREV 2020 - Associação Nacional dos Procuradores e Advogados Públicos Federais

Endereço  SAS 06 Bloco K-Ed. Belvedere-Grupo IV   Brasília/DF  CEP  70070-915
Telefone: 61 3322-0170 |0800 648 1038

Área do Associado   Seja um associado


Nova Anpprev - a prioridade é você!
Inatto