Ícone Marca
Marca
A ANPPREV é uma entidade filiada:
FONACATE
Parceiros:
ANPPREV

Notícia

Presidente Lula aprova parecer da AGU que uniformiza entendimento sobre reajuste de contratos da administração pública


A Consultoria-Geral da União (CGU/AGU) publicou no Diário Oficial da União, na sexta-feira passada (09/03), despacho do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva que aprova parecer para uniformizar o entendimento sobre a repactuação no âmbito da administração pública federal. 

A repactuação é uma espécie de reajuste de preços nos contratos entre empresas e órgãos públicos. O documento feito pela CGU estabeleceu os critérios necessários para que a administração possa celebrar o reajuste. O entendimento foi construído a partir da atuação do Departamento de Assuntos Extrajudiciais (Deaex), em agosto do ano passado. 

Na época, o Deaex impediu que o Tribunal de Contas da União (TCU) responsabilizasse advogados da União que atuam na Consultoria Jurídica do Ministério dos Transportes (Conjur/MT) pela elaboração de pareceres jurídicos emitidos nos pedidos de revisão contratual de empresas terceirizadas. 

A partir de análise feita pela advogada da União Juliana Helena Takaoka Bernardino, o próprio TCU reconheceu que os membros da Advocacia-Geral da União (AGU) lotados na Conjur/MT apenas cumpriram seu papel funcional e institucional. Juliana Bernardino foi responsável, posteriormente, pela elaboração do parecer do Deaex.

De acordo com Rafaelo Abritta, diretor do Deaex, além de esclarecer a questão, a uniformização do tema protege a administração pública. "Busca-se, na verdade, salvaguardá-la de possíveis dificuldades advindas de um pedido de repactuação com efeitos financeiros retroativos em prazos superiores ao da prorrogação da vigência do contrato", explicou.

Para o Consultor-Geral da União, Ronaldo Jorge Araújo Vieira Júnior, o parecer tem grande importância para toda a administração pública federal. "Ainda não existia, na legislação, referência expressa quanto aos efeitos retroativos da repactuação efetuada em contratos de prestação de serviços continuados", justificou.

"Além disso, a solução construída vai ao encontro de posição predominante do TCU", acrescentou o Consultor-Geral. "O parecer preserva os princípios constitucionais aplicáveis à administração pública, ao mesmo tempo em que mantém o ditame constitucional quanto ao equilíbrio econômico-financeiro dos contratos".

O Deaex é uma unidade da CGU, órgão da AGU.

Clique aqui para ter acesso ao parecer

Fonte/Autor: Portal da AGU.


Contato

Facebook
      

© ANPPREV 2019 - Associação Nacional dos Procuradores e Advogados Públicos Federais

Endereço   SAS 06 Bloco K - Ed. Belvedere - Grupo IV    Brasília/DF    CEP   70070-915
Telefone: 61 3322-0170 | 0800 648 1038

Área do Associado     Seja um associado


Nova Anpprev - a prioridade é você!
ANPPREV   61 3322-0170 | 0800 648-1038
Inatto
1927